Roteiro Europa

NÃO SE STRESSE; MONTO SEU ROTEIRO PARA EUROPA E FAÇO ORÇAMENTOS POR R$:150,00 ESCREVA ME: jonasschwertner@hotmail.com

quarta-feira, 30 de setembro de 2015

Europa Junho 2016

           Europa Junho 2016



Para 2016 estarei fazendo pela 9º ano seguido mochilão pela Europa e como sempre roteiro diferente e que eu não vou repetir.

As principais mudanças para o mochilão 2016 é hospedagem em hosteis em praticamente todas as cidades menos em Munique. Como muitos são cidades em países em desenvolvimento e ou de interior mais complicado a questão de hostel e muitos estavam me pedindo para mudar para Hotel e foi o que fiz este ano.

Quase todos os trens estão já inclusos apenas alguns que não tem como comprar antes.  O roteiro esta abaixo serão 18 dias de viagem e quem quiser ficar mais tempo viajando pode mas precisa escrever para pessoal da agencia que será responsável pela partes financeiras.

Detalhes dos custos estão abaixo e Roteiro



           Roteiro

04/06/2016 Brasil / Sarajevo

Saída do Brasil com destino a Sarajevo

05/06/2016 Sarajevo

Conexão e voo para Sarajevo
Após chegada passeio cidade.  Depois que chegarmos e ir para Hotel fazer passeio pela cidade.

Cervejarias de Sarajevo

06/06/2016 Sarajevo / Mostar  / Sarajevo

Passeio de um dia por Mostar. Usaremos ônibus local. Tempo estimado de 01:30 horas viagem  e vamos passar o dia.

07/06/2016 Sarajevo / Beograd

Viagem para Servia após chegada hospedagem Hostel.  Partiremos pela manha e chegada sera final da tarde. são 8 horas de viagem.

08/06/2016 Beograd

Passeio pela cidade

09/06/2016 Beograd / Budapest

Viagem para Budapest. Viagem de trem são 7 horas. Após chegar vamos fazer passeio pela cidade.

O caminho sairemos  cedo de Beograd com destino a Sombor. De lá vamos visitar o mais novo país da Europa Libertland e ai seguiremos para Budapest.

10/06/2016 Budapest

Passeio pela cidade

11/06/2016 Budapest

Passeio cidade

12/06/2016 Budapest / Munique

Viagem de trem bala para Munique chegada e passeio pela cidade. Viagem com trem.

13/06/2016 Munique

Passeio pela cidade

14/06/2016 Munique

Passeio de dia todo para Füssen para visitar Castelo de Neuschwanstein

15/06/2016 Munique / Wiesbaden

Viagem para Wiesbaden e passeio cidade

16/06/2016 Wiesbaden

Passeio de Barco até Koblenz e retorno para Wiesbaden de trem.

17/06/2016 Wiesbaden / Trier

Passeio por Trier uma das cidades mais antigas da Alemanha.

18/06/2016 Trier / Luxembourg

Viagem para Luxembourg e passeio cidade

19/06/2016 Luxemnbourg / Istambul

Voo para Istambul chegada e passeio pela cidade

20/06/2016 Istambul

Passeio de Barco pelo estreito de Bosforo  e restante dia livre

21/06/2016 Istambul / Brasil


Voo de volta ao Brasil 

Quem quiser saber os custos me escrevam e-mail jonasschwertner@hotmail.com

segunda-feira, 24 de agosto de 2015

Hong Kong Dicas de Viagem

Hong Kong



Hong Kong é sem duvida um dos lugares que eu mais gosto de ir na Asia. Já estive por 3 vezes e sempre que terei oportunidade vou voltar. Não é apenas uma cidade mas sim uma região que apesar de não ser muito grande tem população gigante. O transporte lá tem que ser publico ou máximo taxi.  Alugar Automóvel você dificilmente vai encontrar lugares para estacionar. São varias ilhas e muitas coisas para visitar. E vou tentar resumidamente postar algumas dicas.




Quando a melhor época para for a Hong Kong?



Bem eu já fui  duas vezes dezembro e janeiro que é época do inverno. As temperaturas não são tão baixas mas o que acontece é que o índice de poluição nesta época são os mais altos. Mas a poluição não é de Hong Kong mas sim vem da China.  O nível chegou a passar de 80%. Então e você tiver problemas respiratórios vai preparado. Teve dias com sol muito bonitos mas dias que você achava que era nublado mas não era poluição. Outa vez fui em Abril época ótima pois esta já quente mas não o auge do verão e como tem mais vento e tudo mais o ar não estava tão carregado.  



Vistos e Vacina


Hong Kong apesar de que pertence a China tem administração independente e Brasileiros não precisam de visto. A vacina da Febre amarela é recomendada A região também tem um mosquito que é comum n o Japão espécie de dengue então recomendo que não deixe de viajar sem um bom seguro saúde e verifique antes como faz para acionar e não conte com ligação a cobrar. E a ultima vez que eu fui não carimbam mais o passaporte imprimem um papel com o visto que você precisa ficar com ele.



Dinheiro


Hong Kong  tem o dólar deles. Cartão são aceitos em muitos lugares e tem muitos caixas eletrônicos que você pode trocar. Casas de cambio é fácil de encontrar. Outras moedas não são aceitas.



Como Chegar em Hong Kong



Hong Kong é muito bem servida de voos vindos de diversas partes do mundo. O aeroporto é um dos melhores do mundo.

Do aeroporto para centro existem basicamente 3 formas:

Airport Express: Trem de alta velocidade que chega ao centro em aproximadamente 30 minutos. Se você usar ele compre a ida e a volta que sai mais barato.

Onibus:  é a Forma mais barata de chegar existem vários ônibus (tem terminal dentro do aeroporto) basta ver aonde você vai ficar hospedado e ver qual o ônibus que passa é rápido. Para chegar a este terminal é mesmo caminho do trem  basta acompanhar as placas. Ele custa em torno de 20% do valor do trem. Eu uma vez peguei um bus até a estação mais próxima e ai fiz resto de metro que foi rápido também.

Taxi: Se for em mais pessoas compensa é rápido e tem preço tabelado.


Segurança


A Ásia em geral é segura  tanto que eu andava até as 02:00 da manha e você ve muitas pessoas caminhando lojas com diamantes que passam de U$:200.000,00 expostos e pessoas tranquilas. Você não vai ver tanta policia na rua.



Quantos tempo para conhecer Hong Kong?



Bem depende quanto tempo você tem e o que você quer ver.... Hong Kong tem muita coisa para ver... Eles tem até uma Disney deles que para quem gosta pode passar um dia la. Existem muitos templos  com destaque ao Grande Buda e ao monastério Po Lin. Estes fica pouco afastado então você vai gastar dia todo para visitar ele e outros atrativos desta ilha.
Se o dia esta bonito não deixe de subir o Funicular para ter uma vista panorâmica da cidade. E a noite (até as 23:00) a iluminação noturna dos prédios da orla é um espetáculo. E não deixe de fazer a travessia de barco a noite e de dia entre as ilhas da orla. Bem tem muita coisa para ver e depende muito do gosto de cada um.




Idioma


Apesar de que Hong Kong tenha sido antiga colônia britânica poucas pessoas falam inglês. E muitas vezes nem nos locais turísticos falam. Mas as placas e nos transportes públicos o chinês e inglês sempre vão ser falados (áudios gravados). Então se especialize em mapas e aplicativos caso você não fale chinês. Mas é tranquilo. Nestes casos o pré preparo é que faz a diferença.




Compras



Bem produtos de marcas não são baratos em Hong kong. Não os originais mas existem muitas feiras a noite e de dia que você encontra muitas coisas e muito baratos mas em kowlow que você vai encontrar maioria das opções. Lembre que você tem que negociar sempre. E o preço inicial vai pela sua cara...como você vai ter cara de turista tenha certeza que vai começar alto os valores...então negocie.  E é divertido andar por estes mercados que em geral funcionam a noite.


Alguns mercados:


Apliu Street Flea Market: de eletrônicos
De Roupas tem mais.. :
Cheung Sha Wan Road
Grandville road
Li Yuen Street East and West
Eu fui visitar o mercado de peixes exóticos para ver e gostei.  Este fui de dia.

Mas dica no hotel eles dão livro que contem resumo do principal.


Hospedagem


Hoteis tem muitas opções mas já vai preparado. Hoteis mais econômicos ate mesmo de redes como Accor (Ibis) tem quartos e camas pequenos e banheiros pequenos.  E o café da manha em geral eles tem opção ocidental ai depende o hotel que você pegar. E na rua vocês não vão encontrar com tanta facilidade café de estilo ocidental. Região para se hospedar entre Mong kok e Tsim Sha Tsui.  


Custo e Alimentação



O custo la não é alto. Eu achei as coisas baratas. Tem varias opções de restaurantes desde ocidentais asiáticos fast food de diversas formas... Restaurantes ocidentais e principalmente italianos são bem mais caros. 




Também não deixem de ver sobre Macau






Qualquer duvida me escrevam




Jonas Schwertner

terça-feira, 18 de agosto de 2015

Dicas para viajar ao Kosovo

Kosovo



O Kosovo é uma das republicas mais jovens da Europa. E ainda não é reconhecida totalmente. Até pouco tempo ainda tinha sérios problemas diplomáticos com a Servia de quem eles se separaram e a Servia ainda não reconhece sua independência politica.o Brasil também não reconhece ainda devido as relações diplomáticas que temos coma Servia. Este pequeno país se você procurar por imagens no google pode ficar assustado mas é passado. Hoje a realidade é totalmente outra. E me impressionei pelo crescimento deles pelo grande numero de obras que se vê por tudo.



Quando a melhor época para for a Kosovo?




De abril a setembro que compreende a primavera ao inicio do outono na Europa. O inverno eu não recomendo.



Vistos e Vacina


A pouco tempo atrás precisávamos de um visto que comprava na hora. Agora não é mais necessário. A imigração você apenas passa quando entra pela Macedônia ou Albânia mas não passa quando entra pela Servia. Vacina não precisa.



Dinheiro



O Kosovo usa o Euro como moeda. Apesar de que eles não imprimem usam ele como moeda. Cartão também são bem aceitos lá.


Como Chegar ao Kosovo



Eu como não tinha muito tempo fiz um passeio de bate e volta de Skopje. Existem varias vans que saem da estação de trem/rodoviária e vão ate á. Demora em torno de 01:30 a 02:00 depende de quando lota a van e o tempo que vão gastar ate chegar. Tem aeroporto também que tem alguns voos para la. A turkish é uma das que voam.


Segurança


Eu andei apenas de dia pela cidade então fico restrito a opinião que posso dar. Mas achei seguro pelo pouco que pude ver. E não vi presença militar e nada la.




Quanto tempo visitar no Kosovo



Eu tive muito pouco tempo e apenas pude visitar o básico na capital Pristina. Visitei a biblioteca que tem uma forma arquitetônica estranha, algumas igrejas um letreiro estilo Amsterdam escrito New Born. Agora a região é bem montanhosa então deve ter muitas opções para quem gosta de esportes e tudo mais. Agora o que mais impressionou foi as pessoas perguntando o por que estávamos visitando o Kosovo. Achavam incrível e incomum isto. 



Idioma



Quanto ao idioma com inglês é tranquilo. Alguns lugares não falam apena Albanês e outros falam Italiano.


Hospedagem



Tem opções de Hoteis (muitos por sinal) e Hostel. Então hospedagem não é problema. Mas observem a localização pois vi muitos hotéis na rodovia então fica mais complicado transporte.



Custo



Eu achei a cidade barata para comer e pelos anúncios de hospedagem também achei bem barato. Apesar de que a moeda usada é o Euro o que temos que contar é quanto se paga por cada coisa. Gastei menos de 08,00 euros por por uma refeição em restaurante.



Qualquer duvida me escrevam




Jonas Schwertner

quinta-feira, 13 de agosto de 2015

Dicas e Relato de Skopje Capital da Macedônia

Skopje – Macedônia



Skopje já é uma cidade muito conhecida pelos viajantes. Ate Brasileiros já frequentam muito la. E realmente vale muito a pena passar alguns dias. A cidade é totalmente turística mas mesmo assim ainda não é extremo como Roma e Paris aonde você se sente explorado. Então aproveitam e visitam enquanto não chegam neste patamar. E foi uma das cidades que mais me surpreendeu nesta viagem.



Quando a melhor época para for a Skopje?



De abril a setembro que compreende a primavera ao inicio do outono na Europa.



Vistos e Vacina


Brasileiro não precisa de visto para entrar na Macedônia e nem é necessário vacinas


Dinheiro

A Moeda usada na Macedônia é o DINAR da Macedônia o Euro é aceito em alguns lugares mas recomendado que você troque pela moeda local em casas de cambio. Cartões são aceitos em muitos lugares. Apenas verifique que os mesmos estejam desbloqueados.  O custo de vida não achei alto. Ainda é baixo. Mas esta subindo.


Transporte entre as cidades e como chegar a
Skopje

Eu cheguei em Skopje vindo de Ohrid também na Macedônia  E eu usei ônibus o que é mais fácil e tem mais frequências. A Capital da Macedônia é servida por voos mas não são tão baratos. Se você incluir já no seu bilhete internacional consegue preços melhores. Também pode ser usada como base para visitar o Kosovo.



Segurança


A cidade é segura, andei muito de dia, a noite e nunca me senti em situação que me apresentasse medo. Andei a noite, pelos mercados e ruas desertas e não me sentia ameaçado. Ate protestos vimos.



Quanto tempo visitar Skopje


A cidade esta em reconstrução ainda. Estão reconstruindo diversos prédios do período anterior a 2º Guerra mundial. As obras já eram para estar prontas mas vão demorar ainda de 1 a 2 anos. Até os ônibus da cidade foram encomendados uma determinada quantidade em modelo que era da época. E somando com a iluminação noturna foi um espetáculo. Mas a cidade não é muito grande. Então dois dias bem organizados a 3 você visita tudo. Se vice gosta de museus e gosta de visitar com tempo pegue um dia a mais para visitar eles.

O que visitar em Skopje




A parte central aonde se concentram os prédios públicos é a mais interessante da cidade. Mas existem diversas igrejas e inclusive a casa aonde nasceu Madre Tereza de Calcutá fora o Bairro Turco que tem muitas lojas e interessante visitar. O Castelo esta ainda em restauração. Visitei mas sinceramente não gostei. A vista é bonita. Visitei memorial do Holocausto. Ao final da tarde não deixe de ir na praça central aonde se reúnem muitas pessoas.




Sugestão e passeio



Se você não tem tempo para ficar hospedado no Kosovo ao menos faça passeio de dia todo. Vale a pena.

Qualquer duvida me escrevam




Jonas Schwertner

sexta-feira, 7 de agosto de 2015

Dicas viagem Ohrid – Macedônia

Ohrid – Macedônia



Ohrid já é uma cidade muito conhecida pelos viajantes. Ate Brasileiros já frequentam muito la. E realmente vale muito a pena passar alguns dias. A cidade é totalmente turística mas mesmo assim ainda não é extremo como Roma e Paris aonde você se sente explorado. Então aproveitam e visitam enquanto não chegam neste patamar.



Quando a melhor época para for a Ohrid?


De abril a setembro que compreende a primavera ao inicio do outono na Europa.


Vistos e Vacina


Brasileiro não precisa de visto para entrar na Macedônia e nem é necessário vacinas



Dinheiro

A Moeda usada na Macedônia é o DINAR da Macedônia o Euro é aceito em alguns lugares mas recomendado que você troque pela moeda local em casas de cambio. Cartões são aceitos em muitos lugares. Apenas verifique que os mesmos estejam desbloqueados.


Transporte entre as cidades e como chegar a Ohrid


Eu cheguei em Ohrid vindo de Tirana na Albânia mas o mais comum é pessoal que vem já da capital da Macedônia Skopje. Eu usei ônibus o que é mais fácil e tem mais frequências. A cidade é pequena então não é servida com voos regulares apesar de que tem o aeroporto com voo que tem apenas em algumas épocas e dias do ano.


Segurança

A cidade é segura, andei muito de dia, a noite e nunca me senti em situação que me apresentasse medo. E aparentemente os comerciantes aparentam ser mais honestos que na Albânia.


Quanto tempo visitar Ohrid



Bem esta questão bem individual do seu ritmo de viagem e  o estilo que você gosta. Eu recomendo pelo menos dois dias completos sendo que um vão gastar passeio de barco para ver monastério e outro para ver cidade e seus atrativos. Bem fora isto tem o dia que você chega e o dia que você parte que não pode contar como útil nesta contagem de dias. Se for querer relaxar em algum hotel tem opções. Menos temo que isto não vale a pena ir para lá.


O que visitar em Ohrid


Bem a avenida principal aonde esta a maior concentração do comercio  vale a pena caminhada de dia e a noite, existem varias opções de restaurantes e tudo mais. Não deixem de visitar o Forte, a Igreja de St John, o teatro entre outras igrejas que estão na cidade. Agora o passeio de barco para ver o Monasterio de St Naum vale muito a pena visita. E você vai gastar o dia com isto já que são cerca de 2 horas para chegar ai almoça e ficam ais tempo visitando e a volta. Então este dia que eu falo para reservar o passeio de barco.

Qualquer duvida me escrevam



Jonas Schwertner




segunda-feira, 13 de julho de 2015

Dicas Tirana – Albânia

Tirana – Albânia


A Albânia ainda é um país desconhecido para maioria dos Brasileiros. Pequeno mas com uma historia muito grande e antiga e ainda em crescimento devido há anos que se manteve fechado por questões politicas.  O País se comparado aos outros países da Europa é ainda bem pobre. População das mais jovens da Europa.




Quando a melhor época para for a Albânia?



De abril a setembro que compreende a primavera ao inicio do outono na Europa.



Vistos e Vacina


Brasileiro não precisa de visto para entrar na Albânia, mas pedem na hora de embarcar (se você pegar voo com destino a Tirana) o certificado da vacina da febre amarela. Lá na imigração não pediram nada, mas aqui no Brasil tivemos que apresentar.  Quem não tem tem que assinar uma declaração se responsabilizando.

Dinheiro


A Moeda usada na Albânia é o LEK o Euro é aceito em alguns lugares mas recomendado que você troque pela moeda local em casas de cambio. Cartões são aceitos em muitos lugares. Apenas verifique que os mesmos estejam desbloqueados.


Transporte entre as cidades e como chegar a Albânia

Eu cheguei em voo vindo do Brasil com conexão em Istambul. Conexão via Itália também são fáceis. Mas se você estiver viajando pela Europa como exemplo Croácia, Montenegro, Grécia e Macedônia é fácil chegar de ônibus a Tirana. Dentro da Albânia existem muitas minivans que levam as principais cidades. Às vezes é preciso esperar pouco ate que chega a lotação mínima.


Segurança


Eu considero o país bem seguro. Andei em vários horários tanto na capital como em Durres e não encontrei nenhum momento algum perigo.  A única coisa é que em diversos momentos em taxi e transporte e ate lojas





Tirana


A Capital da Albânia, Tirana, não é muito grande e as marcas da era comunista e da ditadura ainda são fortes.  A cidade tem seu atrativos históricos concentrados. A Praça Skanderbeg  é aonde se concentram a maioria dois prédios públicos e históricos. A aparência deles não é das mais bem cuidadas.  A varias igrejas que valem a pena visita. Dois dias é suficiente para visitar a capital com calma. Também visitem o teleférico para ter vista panorâmica da cidade.




Outros lugares visitar na Albânia


Eu visitei além da capital apenas Durres e não achei tão interessante assim. Valeu a visita tem teatro romano e mais alguns lugares para visitar. Mas para bate e volta de um dia valeu a pena.  Outro lugar que não pude ir mas me recomendam é a região dos Alpes Albaneses que vale a pena.




 Qualquer duvida me escrevam jonasschwertner@hotmail.com 

Jonas Schwertner 


quarta-feira, 1 de abril de 2015

Nepal – Butão – Bangladesh 2016

Viagem Nepal Butão e Bangladesh



                                                                   
A alguns anos que venho organizando diversas viagens pelo mundo e uma das características principais são destinos pouco comuns e viagens mais independentes. Mas  já a alguns anos que eu venho programando para conhecer a Região da India. E para 2016 vou realizar este sonho.
A viagem vai começar no Sri Lanka e India mas como tem muitas pessoas que já foram querem apenas esta segunda parte. Então vamos nos encontrar no Nepal.  A inclusão de Bangladesh se deve a questão de facilidade de voos para voltarão Brasil que do Butão não é possível. E pelos custos serem menores. E já que estamos na região por que não conhecer.
Mas devido a região tem suas características que são bem famosas quanto a higiene e segurança achei melhor fazer viagem estilo mais tranquilo. OU seja com tudo certo desde inicio.
Optei por hotéis categoria turística superior que são equivalentes a 4 estrelas em muitos países. Não apenas a hospedagem mas todos os passeios já estão incluídos o que facilita a questão de tempo e não ter que se preocupar em chegar la e negociar passeios e tudo mais.  Então todos os passeios serão privativos para nos.
Outro Detalhe é regime de alimentação. Bem como sabemos é região em que a grande maioria é vegetariana ou não comem carne bovina...  E fiz analise e achei mais vantagem e garantia de qualidade maior neste aspecto incluir as refeições .

Qualquer duvida entrem em contato. Valores estão no final do roteiro.

E se tiverem duvidas me escrevam.


Jonas Schwertner



Nepal – Butão – Bangladesh 2016

                                          
07/02/2016 Delhi / Kathmandu

Embarque em voo para Nepal. Após chegada procedimentos para emissão visto e depois transfer para Hotel.  Restante dia livre

08/02/2016 Kathmandu

Após café da manha city tour pela capital do Nepal. Visitaremos  Swayambhunath , Patan , Kathmandu’s City Durbar Square  dentre outros lugares.

09/02/2016 Kathmandu

Após café da manha continuaremos os passeios por Kathmandu visitando lugares como  Pashupatinat, Bhaktapur, Bouddhanath  dentre outros..

10/02/2016 Kathamandu


Após a chegada em  Paro com o voo pela  Druk air, a única companhia aérea nacional vamos fazer os procedimentos para o visto. Se o tempo permitir, seguiremos  por Paro para  visitar a fortaleza em ruínas de Drugyel dzong que ainda atrai visitantes devido à localização estratégica do forte.

11/02/2016 Paro

Após caminhada do dia café da manhã para o mosteiro Taktsang. A caminhada, que é todo o caminho de subida leva cerca de 3/4 horas por florestas de pinheiros (a pé total de 4/5 horas). O mosteiro se apega a um enorme penhasco de granito a 800 metros do vale de Paro. Acredita-se que o grande santo Padmasambhava veio no século 7 em uma tigresa voando e meditava em uma caverna por 3 meses. Os demônios foram subjugados que estavam tentando parar a propagação do budismo e converteu o vale de Paro no budismo. Durante o final do século 17 um mosteiro foi construído no local onde o santo mediada e é um local de peregrinação para todos os butaneses para visitar uma vez em seu tempo de vida.

Visita à tarde Drukgyel Dzong-Este Dzong, com uma encantadora vila aninhada no seu pé, foi construído em 1646 por Shabdrung Ngawang Namgyal para comemorar sua vitória sobre os invasores tibetanos. Historicamente e estrategicamente esta Dzong resistiu toda a sua glória e foi apresentado em 1914, vide revista National Geographic. A glória de Drukgyel Dzong permaneceu mesmo quando foi destruído por um incêndio em 1951. Em um dia claro, pode-se ver a vista comandante do Monte. Chomolhari da vila, abaixo do Dzong.



12/02/2016 Paro / Thimphu

Viajaremos para Thimphu e após chegada e Check inn no Hotel  visitaremos  o Memorial Chorten construído em memória do falecido rei Jigme Dorji Wangchuck, o ponto Buddha, mosteiro Changangkha século 15, Motithang mini zoológico para ver o "Takin". 



13/02/2016 Thimphu / Punakha

Viagem para Punakha com duração de 3 horas. Se o tempo estiver bom vai ser possível ver  o  Himalaia Oriental, incluindo a montanha mais alta no Butão Mt. Gangar Punsum 7.520 metros. Punakha Dzong que serviu como uma antiga capital do Butão. Esta fortaleza notável é construído entre dois rios e sobreviveu a muitas enchentes glaciais e fogo. Todos os anos durante o mês de fevereiro uma procissão conhecida como a Punakha Serda tem lugar para comemorar a vitória sobre os tibetanos.

14/02/2016 Punakha / Paro

Punakha Dzong foi construido estrategicamente na junção dos rios Pho Chhu e Mo Chhu em 1637, por Shabdrung Ngawang Namgyal para servir como o centro religioso e administrativo da região, Punakha Dzong tem desempenhado um papel importante na história do Butão. Danificado por quatro incêndios catastróficos e um terremoto, o Dzong foi totalmente restaurado peoa atual Rei. O Dzong está aberto para visitantes durante Punakha festival e nos meses de verão, quando o corpo monge se move para Thimphu.

15/02/2016 Paro / Dhaka


Voo para capital de Bangladesh após chegada transfer para Hotel e jantar.

  
16/02/2016 Dhaka

Após café da manhã, passeio por Dhaka. Visita ao exótico porto fluvial Sadarghat lotado com diferentes tipos de barcos e ofícios. Durante o dia centenas e milhares de passageiros todos os são transportados por lanchas de e para lugares distantes através deste porto fluvial. Outros lugares que vamos visitar o Palácio de Muslim Nawab,  a Mesquita estrelada e a Igreja Armênia Curzon.
Depois destas visitar vamos desfrutar de cruzeiro com almoço por barco de madeira tradicional "Pansy Nao" usado pelo Senhor Terra.
Após o almoço seguiremos para Sonargaon (30 km) a antiga capital do Golden Bengal. A cidade estava sob o sultanato turco durante 1280 AD. As principais atrações da Sonargaon de hoje são ruínas de Panam, a cidade morta, Goaldi Mesquita de período Sultanato eo Museu rica arte popular com a panorâmica do lago e jardins. Unidade de volta para Dhaka. Se o tempo permitir, visite o edifício do Parlamento Nacional a obra-prima do famoso arquiteto mundo Louis I. Kahn. Depois retorno ao Hotel e jantar.

17/02/2016 Dhaka


Em horário pré determinado transfer para Aeroporto e voo de retorno ao Brasil.

Investimento U$: 3.950,00


Inclui

Hospedagem Hoteis Categoria Turistica Superior com pensão completa
 exceto bebidas
Tansfers
Passeios com guias locais conforme roteiro
Voos internos na conforme roteiro
                                                          
Não esta incluido       
Seguro Saúde Obrigatorio
Voos desde o Brasil
Despesas  Pessoais
Vistos (vistos serão emitidos na chegada de cada país e procedimentos serão informados posteriormente)
Taxas de embarque
Qualquer outro item não mencionado acima

Formas de pagamento
Avista
Parcelamento Boleto até Janeiro 2016
Outras formas possiveis podem ser negociadas diretamente com a Operadora
Contato 

jonasschwertner@hotmail.com 

segunda-feira, 30 de março de 2015

Lista Países Brasileiros não precisam de Visto - 94 Países

 Lista de Países separados por Região e quais Brasileiros não precisam de visto  para Turismo



Esta circulando muitas listas no facebook sobre lista de países que Brasileiros não precisam de visto para entrar. Mas esta desatualizada e ou critério da seleção.


Agora não significa que se não precisamos de visto de Turismo previamente não temos que cumprir outras regras. Isto é importante sempre observar antes. E as regras podem mudar sem aviso prévio.


Todos estes países você pode entrar no site oficial deles e verificar a questão do visto e confirmar.
Para Facilitar estou separando por Regiões


Lista de Países da Europa que Não Precisamos de Visto para Turismo


49 Países se for pela Wikipedia são 50 mas eu deixei o Casaquistão, Turquia,  de fora da parte da Europa. Mas inclui o Kosovo


Destes 49 países  45 não precisamos de vistos são eles:


Andora
Dinamarca
Islandia
Montenegro
Suécia
Albania
Eslovaquia
Italia
Noruega
Suiça
Alemanha
Eslovenia
Reino Unido
Holanda
Ucrania
Austria
Espanha
Letonia
Polonia
Vaticano
Belgica
Estonia
Liechtenstein
Portugal
Georgia
Bosnia e Herzegovina
Filandia
Lituania
Romenia
Bulgaria
França
Luxemburg
Russia
Republica Tcheca
Grecia
Macedonia
San Marino
Chipre
Hungria
Malta
Servia
Croacia
Irlanda
Monaco
Kosovo


Aonde eu Menciono o Reino Unido Inclui Inglaterra, Irlanda do Norte, Escócia, País de Gales e Gibraltar.


Lista de Países da Europa que  Precisamos de Visto

Armenia
Azerbaijão
Bielorussia
Moldávia

Lista de Países da America   que Não Precisamos de Visto para Turismo


Lesta lista deixei de fora o Caribe para fazer lista separada.


                Lista de Países da America que Não  Precisamos de Visto – 19 Países

Argentina
Venezuela
Bolivia
Mexico
Chile
Costa Rica
Colombia
Guatemala
Equador
Belize
Guiana
Honduras
Paraguai
Panama
Peru
Nicaragua
Suriname
El Salvador
Uruguai


Lista de Países da America que  Precisamos de Visto

Canada
Estados Unidos da America



                Lista de Países do Caribe que Não  Precisamos de Visto – 11 Países

Antigua e Barbuda
Bahamas
Dominica
Granada
Haiti
Jamaica
Republica Dominicana
São Cristovão e Nevis
Santa Lucia
São Vicente e Granadinas
Trinidad e Tobaco


                Lista de Países do Caribe que Precisamos de Visto
                                                                               
Barbados
Cuba


Na Parte da Ásia como são muitos países eu vou colocar apenas os que não precisamos.

                Lista de Países do Ásia que Não  Precisamos de Visto - 09 Países

                                       
Hong Kong
Macau
Filipinas
Coreia do Sul
Thailandia
Malasia
Cingapura
Turquia
Israel



Os que precisam de visto são os demais. Eu criaria uma outra subdivisão para Oriente Medio pois pela minha concepção não se encaixa culturalmente falando nem com a  Ásia e nem com Africa ou Europa. Mas vamos continuar  conforme as divisões conhecidas.



                Lista de Países do Oceania  que Não  Precisamos de Visto - 5

Nova Zelandia
Fiji
Ilhas Salomão
Vanuatu
Nauru


Da Oceania dos 12 países soberanos 5 não precisamos de visto. Mas dos demais a grande maioria podemos tirar o visto na chegada.


                Lista de Países do Africa  que Não  Precisamos de Visto - 5
           A África tem uma quantidade enorme de países e muitos deles cobram preços de vistos absurdos. Além de ser o continente com maior numero de cuidados com doenças que a pessoa que for viajar precisa tomar cuidado.
Muitos países você pode tirar o visto na entrada alguns em transito e outros apenas aqui. Mas vou postar apenas a lista dos que não precisamos de visto algum.
Africa do Sul
Botswana
marrocos
Nanibia
Tunisia


Referencias


Muitos destes países eu já visite. Mas sobre a pesquisa de vistos eu tenho planilhas pessoais salvas e consulto no site dos próprios países pois alguns não tem acordos assinados com o Brasil mas dispensam de visto. Mas a principal  fonte é http://www.itamaraty.gov.br/  Lembrando que apenas no site do Itamaraty não da para se basear. Pois as vezes diz que precisamos e quando você entra no site do país que é o que vale consta que estamos dispensados ou que precisamos.



Qualquer duvida me escrevam


Jonas Schwertner