Roteiro Europa

NÃO SE STRESSE; MONTO SEU ROTEIRO PARA EUROPA E FAÇO ORÇAMENTOS POR R$:150,00 ESCREVA ME: jonasschwertner@hotmail.com

terça-feira, 28 de fevereiro de 2012

Bonito - MS - Relato de Viagem


Um dos meus sonhos sempre foi conhecer Bonito no Mato Grosso do Sul e em fevereiro de 2011 eu pude realizar este sonho.

Relato de minha viagem a Bonito  


O dia seguinte começou mais tranquilo pois teríamos apenas que pegar o ônibus a tarde para Bonito. Ficamos bem tranquilos a manha toda no hotel. Aproveitando e passeando um pouco ate a ponte, terminando de organizar a mochila. Na hora marcada nos levaram ate o ponto da policia rodoviária e ficamos aguardando o ônibus. Foram 4 horas de ônibus ate Bonito passando por um trajeto em que estava sendo asfaltado. Assim que chegamos na rodoviária perguntei ao guichê da própria empresa de ônibus sobre táxi para chegar ao Hostel e ela mesmo ligou e avisou ao pessoal do hostel para buscar a nos e outro casal que tinha chegado naquela hora. Após 10 minutos eles estavam la com a van e chegamos no hostel e melhor sem custo.

Havia chovido em Bonito aquela tarde e nem precisamos sair para jantar. Jantamos no hostel mesmo. Tem a opção de fazer a comida mas eu não tinha comprado nada. Ai optei pelos serviços deles. Também aproveitei já para deixar agendado os passeios que eu queria fazer. Optei por fazer apenas alguns. O dia seguinte eu queria algo mais tranquilo ai não agendei nenhum passeio durante o dia. Queria sim ter ido no balneário municipal mas este estava fechado devido as chuvas. Andei pela cidade tirei fotos na praça com o dourado. Acidade e pequena, tem um pequeno comercio aonde você pode encontrar diversas lojas de artesanato. O restante são lojas normais como qualquer outra cidade. Tem as sorveterias com sabores regionais que vale a pena provar. Ao final da tarde agendei uma visita ao Projeto Jiboia. Gostei da palestra e como de praxe tirei foto segurando uma delas. Depois fui ate a cachaceira e provei uma das cachaças deles. Não fiz o passeio pela industria e sim na cacha caria que fica na avenida. Gostei do sabor apenas o atendimento dos garçons foi muito ruim. Alem de ficarem em 2 atendendo uma mesa ao meu lado e esquecerem a minha mesmo que eu queria provar a carne de jacaré e outras coisas. Quase desisti de jantar la mas ai resolveram me atender.

A carne de jacaré muitos dizem que tem semelhança a carne de peixe, outros a de frango...na verdade ela não e nem um nem outro mas realmente tem alguma coisa que lembra um pouco cada uma. Gostei,comi carne grelhada. E repetiria um prato diferente a base de jacaré.

O dia seguinte tinha agendado um dos passeios mais clássicos de Bonito que e a flutuação no rio da Prata.

Acordei cedo, tomei meu café da manha e embarquei na vã que nos levou para fazer o passeio do rio da Prata. Antes uma parte do grupo fez o passeio do buraco das arraras. Eu como já tinha visto muito delas optei por não fazer mas os que fizeram gostaram.

Durante o percurso ate a fazenda aonde e feito a flutuação pudemos ver varias aves como tucanos e emas.

Logo que chegamos na sede da fazenda se percebe a Infraestrutura que eles tem para turismo. Camionetas para levar turistas ate inicio da trilha, restaurante, área de descanso, banheiros etc. Depois de uma breve explicação foi passado para cada um a roupa neoprene que temos que usar para flutuação. Não se pode usar protetor solar para fazer a mesma. Tudo para manter a água o mais limpo possível. Para os que esqueceram de alugar maquina fotográfica sub aquática eles tinham para alugar na fazenda mas o dobro do preço que no hostel. Eu tinha alugado já no hostel. Outras maquinas não tem como ir pois entramos na água em um ponto e somos apanhado em outro bem mais abaixo.

Os grupos que entram na água tem um tamanho máximo e um intervalo de tempo entre cada um. Ou seja tem uma limitação de pessoas por dia. Se vocês forem em alta temporada e bom deixar já reservado o passeio. Fora isto e tranquilo.

Depois que fomos levado com a camioneta ate o inicio da trilha (sempre acompanhado com guia local) entramos na água para fazer o teste de flutuabilidade. E eu como sempre precisei usar como garantia o colete ainda. Depois disto foi bem tranquilo. O visual e incrível. A água e muito transparente e tem muitos peixe mesmo. Tirei muitas fotos e a água vai nos levando rio a baixo. Alguns pontos temos que cuidar para não parar nas margens pois a correnteza estava um pouco forte tinha chovido no dia anterior. Depois de um tempo de flutuação começou a chover. Mas como estávamos na água não fazia diferença. Foi sim possível tirar umas fotos diferentes.

Não foi possível fazer todo o percurso da flutuação pois a ultima etapa entraríamos em um outro rio mais forte e como tinha chovido dia anterior a correnteza estava muito forte e também a visibilidade não estaria boa neste trajeto. Adorei o passeio. Foi realmente o mais que eu mais gostei. Depois que terminamos já era 15:00 ai fomos almoçar. Estava com muita fome.

Cheguei no hostel já era final da tarde. A noite não fiz nada. Fui dormir cedo.


Já era sábado e para este dia eu reservei novamente apenas um passeio. Fui visitar a gruta azul. O nome e comum. Por tudo que lugar que tem gruta com águas e reflete sol dentro tem nome assim. Mas todas são diferentes, e esta gostei muito.


A gruta pertence ao município e tem horário limitado para ser visitada devido a luz do sol. A entrada só e permitida com uso de capacete que e fornecido no local e com guia do local. A caminhada e curta mas a descida a gruta se tem que fazer com bastante cuidado. Tem algum pontos escorregadios. Sambem não pode entrar de chinelo.


E uma descida um pouco ingrime e não tem estrutura como corrimões então e melhor fazer mais divagar e com segurança. O visual que se tem durante a descida e muito bonito. E quando se chega la em baixo e vê aquela água azul e todo o conjunto você fica impressionado. Você gasta quase a manha toda para fazer isto. Mas vale a pena. Ela e um pouco afastada do centro da cidade. Eu fui de táxi pois no horário que eu tinha agendado para mim não tinha vã para levar.


Depois que voltei ao centro almocei em um restaurante e voltei para o Hostel aproveitar a piscina dele.


A noite provei de uma pizza e fiquei conversando com alguns turistas estrangeiros. E seria a ultima noite no hostel pois no dia seguinte já estava marcado viagem de regresso a campo grande. Optei por veiculo que iria para la. Sai um pouco mais caro que o ônibus mas vai direto e mais confortável e me deixaria no hotel de Campo Grande.


Eu poderia ter feito mais passeios, mas como sei que vou voltar.


Depois desta viagem realmente entendo o por que Bonito tem nome de Bonito. E por que e bonito mesmo. 

qualquer duvida podem me escrever jonasschwertner@hotmail.com 


Nenhum comentário:

Postar um comentário