Roteiro Europa

NÃO SE STRESSE; MONTO SEU ROTEIRO PARA EUROPA E FAÇO ORÇAMENTOS POR R$:150,00 ESCREVA ME: jonasschwertner@hotmail.com

terça-feira, 13 de setembro de 2011

Dicas Ilha de Pascoa - Relato de minha viagem




Eu criei este site mais para divulgar dicas de viagens sobre Europa mas voltei a poucos dias de uma viagem que para mim foi um sonho e por isto estou divulgando aqui o relato e contribuindo com dicas:


Ilha de Páscoa

Muitos nunca ouviram falar nela, algumas pessoas já viram alguma reportagem ou documentário. E tem alguns que já foram. Para mim sempre sonhei em conhecer esta ilha. Mas por que conhecer a Ilha de Páscoa? Simplesmente pela sua historia. Seus mistérios. E isto não tem como descrever. Apenas estando lá e sentindo.

A ilha esta a 3.700 km de distancia de Santiago de Chile. E apenas a Lan Chile voa para La. Existem navios que abastecem a ilha que vão uma vez por semana e demoram 7 dias para ir. Mas estes servem apenas como transporte de carga.  Na alta temporada chega a ter 3 vôos por dia. E sempre estão cheios. Ou seja, tem que comprar a passagem com antecedência. Eu comprei a minha com 3 meses de antecedência e paguei o trajeto ida e volta partindo de Santiago de Chile U$: 600,00. Tem pessoas que conseguem comprar em um período mais próximo por valor igual ou um pouco maior. Mas tem vezes que passa de U$: 1.000,00. Até Santiago existem muitas opções.


1º Dia – 05/09/2011 Eu embarquei de Santiago para a Ilha de Páscoa no dia 05 e manha. Na baixa temporada o voo que sai para lá e apenas pela manha e uma vez à tarde no voo que vai para o Tahiti. Na alta são mais vôos. Todos de lan. Os 3.700 km em direção a Oceania no meio do oceano pacifico são voadas em aproximadamente 04:30 a 05:00 horas. O voo foi tranqüilo. O serviço de bordo bom. Cheguei as 13:00 e como este ano o governo adiantou o horário de verão em 2 meses antes do comum a diferença do fuso horário era apenas de 2 horas com Brasil. Mas ficava claro até as 20:30 e o sol surgia entre as 08:45 e 09:00 da manha. Bem achei meio inútil adiantar tanto o fuso horário, pois não adianta os parques abrirem as 08:00 se em geral o café da manha é servido depois deste horário por que esta escuro e não da para passear ainda.

Logo que eu cheguei peguei minha mochila e já sai pois não tinha despachado bagagem. Apenas tinha a de mão. Sai e já estavam me esperando, pois eu já tinha reservado tudo antes. E isto principalmente quem vai em alta é preciso pois a ilha tem um numero restrito de vagas e é pequena. São apenas 4.000 habitantes.

Assim que cheguei e esperamos entramos na camioneta e fizemos um pequeno city tour pela cidade que é bem pequena. Isto em 15 minutos. Depois fomos a Pousada (Fiquei na guesthouse Chez Oscar fone 56 32 2551261 e e-mail chezoscar@hotmail.com) mas o melhor é ligar pois e-mail é bem lento mesmo. A pousada achei ótima e com um bom preço. Depois que me acomodei sai para dar umas voltas pela cidade e arredores. Quando cheguei à prainha onde ficam as principais lojas que vendem passeios de mergulho vi algo que eu não esperava. Duas tartarugas enormes nadando. Tirei algumas fotos, mas elas estavam na água. E lógico antes disto do primeiro Moai.   
Depois caminhei apreciando o mar e fui visitar os outros moais que tem ali perto. Foi muito bom. Não é todo dia que realizo um sonho destes. Depois voltei para a Pousada, fui jantar e dormir cedo.

2º Dia – 06/09/2011 O meu segundo dia começou já com uma missão. Comprar o bilhete para entrar nos parques no aeroporto. Detalhe eu posso comprar fora mas o valor é de U$:60,00 para turistas e na hora do desembarque apenas você pode comprar ele por U$:50,00. Detalhe depois que você passou não pode voltar mais. Há algum tempo este bilhete custava apenas U$:10,00. Espero que eles voltem a restaurar novos moais com estes recursos. O ruim que o voo chega as 13:00. Eu e os demais queríamos mos ir para Orongo que fica a 5 km. Caminhei mais um pouco pela cidade e fui ao aeroporto. Teoricamente não poderia entrar e a mulher que trabalha vendendo os bilhetes encontrei ela no lado de fora e ela falou que não poderia. Então conversei com outro turista que ela não tinha visto e o segurança o deixouele entrar na hora que estavam desembarcando e conseguiu comprar os bilhetes para todos. E fomos logo caminhando ao Vulcão. No caminho paramos para tomar uma cerveja local a Mahina. Detalhe ela não é filtrada e ninguém conseguiu tomar ela toda. È bom provar mas não repeti esta experiência duas vezes. Depois continuamos a subida. E tranqüila e tem sinalização. Antes de chegar à entrada do parque já tem um mirante do vulcão e muito bonito. Hoje ele este inativo e cheio de água. Na seqüência entramos no parque carimbamos o ticket e a guia local deu todas as explicações e seguimos para ver os lugares aonde eram feitos o cerimonial para escolher o Tangatamanu, homem pássaro que seria o rei da ilha pelo próximo ano. O lugar permite tirar fotos muito lindas. Mas também achei muito legal, pois tinha uma equipe de teve gravando um documentário com atores representando este cerimonial. Todos vestidos a caráter. Nos não pudemos tirar fotos, mas foi possível ver tudo.  Depois voltamos e apenas andamos pela noite da cidade.

3º Dia – 07/09/2011 Neste dia acordei mais tarde, pois tínhamos combinado de alugar um automóvel e como planejamos tudo o que queríamos ver. Na ilha tem duas empresas que alugam automóveis. E todas têm mesmo valor. A insular e a oceanic. Nos pegamos da oceanic que tinha mais disponibilidade. Mas aparentemente os automóveis da insular são mais novos. Bem mas não fez muita diferença. Foi necessária a habilitação e um cartão de credito apenas e o resto tudo normal.
Pegamos o automóvel as 14:00 para aproveitar que o sol se põem mais tarde. Fomos direto para o norte da ilha para a praia de Anakena aonde tem alguns moais e também aproveitar a praia bonita. Ficamos algumas horas e depois pegamos outra rota para andar pela costa passando por outros atrativos como Te Pito kura, Taharoa e depois apenas costeando o mar ate voltar a vila.

04º Dia - 08/09/2011 Acordamos cedo para aproveitar bem o dia. Pegamos o automóvel e fomos direto para Ranu Raraku. Conhecido a fabrica de Moais. Eram lá que eles eram “esculpidos” tem identificados 397 fora os que devem estar enterrados na terra devido à erosão. Para entrar lá se usa aquele ingresso de U$: 50,00 que comprei no aeroporto.  Como fomos cedo os demais turistas ainda estavam pelo caminho parando e nos fomos direto. Pegamos praticamente vazio e tiramos ótimas fotos. Caminhando tranquilamente fizemos o percurso em 01:30 horas. E em seguida fomos para Au Tongariki que é um dos principais postais da ilha. Com 15 Moais que foram restaurados com ajuda do governo Japonês. O lugar é muito bonito. Depois seguimos já em sentido da vila parando em alguns lugares. Mas quase todos os moais que tem no caminho não foram restaurados infelizmente e estão no chão muitos destruídos ainda pelos Europeus quando encontraram esta ilha. A ultima parada que fizemos com o automóvel foi em Ahu Akivi com seus moais que são os únicos que estão virados para o Mar. O final da tarde fiquei organizando as fotos e aproveitando para descansar.

05º Dia – 09/09/2011 Este foi meu ultimo dia na ilha. Meu voo estava marcado para partir as 14:00 embarque as 13:00 e apresentação no aeroporto as 12:00
Fiquei descansando. Organizei minha mochila e no horário marcado peguei o voo. Cheguei a noite em Santiago e fiquei mais 2 noites La para descansar antes de voltar ao Brasil.

Dicas Gerais sobre a Ilha de Páscoa


Compre passagens com antecedência. Se você tiver programa de pontos ou milhas analise a possibilidade em usar até Santiago de Chile ou até mesmo a ilha. Somente a Lan voa para lá.
Reserve lugar que você vai ficar. A ilha não e tão grande e tem muitas opções bem caras e não tem tantas opções econômicas. Eu fiquei em um lugar muito bom e preço ótimo ( U$:35,00 por pessoa noite com café da manha) (guesthouse Chez Oscar fone 56 32 2551261 e e-mail chezoscar@hotmail.com mas melhor ligar pois não usa muito internet)
Planeje seu tempo. Eu fiquei 5 dias e achei ótimo. (contando dia da chegada e partida)
Leve dinheiro em espécie. Muitos lugares aceitam cartão mas não conte sempre com isto.
A ilha é cara, tudo vem de avião ou em 7 dias de navio. Ou seja custam de 3 a 4 vezes mais caro que em Santiago. E permitido levar comida para a ilha. E eu não sabia disto. Verifiquem se aonde vocês vão se hospedar tem cozinha. Tem pessoas que traziam até bebidas.
Analise o que você pode conhecer caminhando e o  que precisa alugar um automóvel. O valor de um passeio custa mesmo valor que a diária de um automóvel mais econômico. Tem opção de bicicleta mas em esta custa de 1/3 a ½ do valor de aluguel de um automóvel.
Eu vejo a ilha para se ir uma vez. Ou seja se você for busque conhecer tudo e aproveita a ilha.

Qualquer duvida me escrevam

Jonas Schwertner

10 comentários:

  1. Este comentário foi removido pelo autor.

    ResponderExcluir
  2. Oi Jonas, estou querendo conhecer a Ilha de Páscoa com mais 3 amigos. Gostei das suas dicas. Quanto uma pessoa gasta em média na ilha?

    Abçs, Andreia.

    ResponderExcluir
  3. Andreia em 3 vocês podem dividir muitas espesas. Boa parte dos passeios que eu fiz foi em 3 (eu uma austriaca e um canadense) me envia um e-mail que fica mais facil.

    ResponderExcluir
  4. Jonas obrigado pelas informações foram valiosas.

    ResponderExcluir
  5. Gostei das dicas, Jonas, valeu! Além dos passeios diúrnos vc sabe se tem opções noturnas por lá, como um barzinho ou sei lá... rsrsrsr

    ResponderExcluir
  6. Gui depende o dia da semana tem festas la sim. Barzinhos tem alguns. Mas e pequeno vilarejo...nao espere muito

    ResponderExcluir
  7. amigo, obrigado pelas dicas... também estou indo agora em 2013... vc sabe me informar algumas coisas: moeda, vc usou/levou em dolares ou trocou na moeda deles? Cartão de crédito aceitam na maioria dos lugares? Qaul o valor do aluguel do carro?
    abraçoo!

    ResponderExcluir
  8. Eu levei dolar. O aluguel na epoca estava U$50,00 + taxas e combustivel. Mas o dolar troquei por moeda local. cartao e raramente aceito.

    ResponderExcluir
  9. Oi Jonas, bom dia! No seu relato fiquei com a seguinte duvidas: Os tickets que vc usou para entrar nos lugares (trilha do vulcão etc.) é um ticket que vc compra no aeroporto, ok, mas para cada lugar que você vai da ilha que precise de ticket você compra um novo? ou é apenas um ticket que serve como "passaporte"? Pois se para cada lugar necessita comprar novamente, realmente é um dinheiro a mais que se gasta

    ResponderExcluir
    Respostas
    1. Este ticket da direito a entrar em mais lugares..mas maioria não precisa de ingresso.

      Excluir